Produtores canavieiros da Paraíba poderão mapear solos com a tecnologia da Cropman

Imagina você dispor de uma espécie de scanner para o solo e poder, a partir de uma análise minuciosa de dados, otimizar o uso de insumos, ter um diagnóstico preciso do que é necessário colocar na terra em termos de nutrientes, baratear custos e aumentar a produtividade. Essa tecnologia denominada Cropman foi apresentada na manhã desta quarta-feira (29), à diretoria da Associação dos Plantadores de Cana da Paraíba, em João Pessoa, e está disponível para quem quiser contratá-la. O custo do serviço é de       R$ 50,00 por hectare e o equipamento tem capacidade para mapear até 250 hectares/dia.

A apresentação desta tecnologia canadense, já amplamente utilizada por produtores canavieiros do Sudeste do país, foi apresentada pelo diretor da Cropman, Henrique Junqueira. Ele explicou que essa tecnologia analisa cada metro quadrado do solo, com o uso de sensores de condutividade elétrica. “Esse mapeamento da variabilidade espacial do solo é associado a variações de relevo e de amostras de solo coletadas em locais estratégicos permitindo, assim, a criação de unidades de manejo homogêneas”, disse ele. O estudo é apresentado ao cliente em mapas digitais que nortearão os tratos culturais da propriedade de forma localizada e eficiente, o que possibilita um aumento de produtividade, com redução de custos.

O presidente da Asplan, José Inácio de Morais, vai experimentar a tecnologia e já contratou a realização deste levantamento para 100 hectares de uma de suas propriedades. “Esse mapeamento é uma ferramenta importante que contribui com o aprimoramento da produtividade”, destacou o dirigente da Asplan, lembrando que vários industrias do Nordeste já fazem uso desta tecnologia obtendo bons resultados tanto na economia e racionalidade com insumos, quanto no aumento da produtividade.

O diretor do Departamento Técnico da Asplan (Detec), Neto Siqueira, estava na apresentação e também gostou das explanações. “Toda ferramenta ou tecnologia que vier agregar valor à produção, seja na racionalidade dos investimentos, seja no aumento da produtividade, será sempre bem-vinda para o setor e a Cropman reúne esses dois propósitos, ou seja, promete reduzir custos e melhorar a produtividade”, finaliza ele.