Asplan celebra mais um ano de atividades durante confraternização com funcionários, produtores e convidados

Mais um ano de atividades, avanços, superação e graças alcançadas. Essa foi a tônica da confraternização natalina da Associação dos Plantadores de Cana da Paraíba (Asplan), que reuniu funcionários, produtores associados, familiares, além de convidados nesta quinta-feira (19), no salão de festas da entidade, em João Pessoa. O presidente da Asplan, José Inácio de Morais, abriu o evento desejando a todos um Feliz Natal e falando da sua satisfação de ser plantador de cana, ter um governo que valoriza o país e a classe produtiva e de vislumbrar boas perspectivas para o novo ano que se aproxima. “Esse foi um ano difícil, de preços baixos, mas, precisamos olhar para os avanços, para o país que voltou a crescer, que está mudando para melhor e que agora tem um governo que valoriza o produtor, que pratica juros de países civilizados, Brasil Verde Amarelo que agora prende poderosos e que está mudando de cenário”, destacou José Inácio.

Ainda em sua fala, o dirigente da Asplan, ressaltou que a fortaleza da entidade, que se destaca entre as mais bem conceituadas do setor, está no fato de que há muita harmonia entre os seus dirigentes e muita competência e compromisso dos funcionários. “Eu tenho orgulho de dizer que aqui não tem essa história de sair uma diretoria e ficar brigada com a que a sucedeu. Muita gente diz que aqui é uma irmandade e é mesmo, pois trabalhamos sempre com foco no produtor e nos interesses da classe e com perseverança e amizade vamos avançando, mesmo num ano difícil, mas que temos muita coisa a comemorar, inclusive a graça de ter a cura de nosso colega Neto Siqueira”, destacou José Inácio, encerrando seu discurso agradecendo a presença de todos em nome da Diretoria da Associação e desejando que 2020 venha com mais boas novas para o setor.

Em seguida, o deputado federal Ruy Carneiro, falou e renovou seu compromisso com a classe produtiva, reiterando que o país, de fato, vive um novo momento. “Há pouco tempo atrás, quem gerava emprego não tinha o devido reconhecimento do governo, mas essa realidade está mudado e isso é sinal de país puljante, que estimula o empreendedorismo, o agronegócio, o empresário, e quero aqui reiterar meu compromisso de luta com essa classe que investe no campo, fomenta a economia, gera empregos e podem cintar comigo no que for preciso porque entendo que a causa de vocês é a do desenvolvimento que tanto o país precisa para crescer”, destacou o parlamentar.

O diretor Raimundo Nonato falou em seguida e destacou a competência de José Inácio e da equipe da Asplan em dar prosseguimento as atividades da Associação, em meio a um cenário de adversidade, com baixo preço da cana. “Estamos chegando a um ano muito difícil, enfrentando um preço inferior ao custo da própria cana, mas estamos aqui, nos confraternizado, unidos e confiantes de que o próximo ano nos reserva melhores notícias”, disse Nonato, lembrando que esse também foi um ano de graças para sua família que superou períodos muito difíceis com a saúde de dois filhos. “A nossa fé cristã conseguiu uma graça de Deus que nunca esqueceremos. Tive dois filhos à beira da morte que conseguiram se recuperar de forma que só posso ter muita gratidão a Deus pelas graças alcançadas”, disse Nonato encerrando sua fala com a seguinte frase: “De todas as dificuldades, nada é em vão, porque quando não é uma benção é uma missão”.

O vice-presidente da Asplan, Fernando Rabelo, elogiou a gestão de José Inácio e a capacidade dele em orientar as novas gerações de produtores. “Estou muito feliz por ter o privilégio de receber orientações de José Inácio, que mostra o certo, como deve  ser feito para melhorar a produção, que orienta do pequeno ao grande e eu e todos aqui são gratos a ele por isso. Esse foi um ano difícil, mas temos esperança e uma expectativa que 2020 será melhor, aliás, esperança e perseverança são características natas de todo o produtor. Vamos em frente”, afirmou Fernando.

O secretário de Agricultura da Paraíba, Efraim Morais, também falou na confraternização, enaltecendo a importância da cultura canavieira para o estado e de sua admiração pela entidade. “Estou aqui como amigo da Asplan, como o pai do deputado federal Efraim Filho que defende esse setor por acreditar, igual a mim, que ele é um sustentáculo fundamental para a economia e desenvolvimento da Paraíba”, disse  o secretário que anunciou que os recursos para compra e distribuição da cana-semente para os agricultores em 2020 já estão assegurados, num volume 50% maior que o deste ano e que no governo João Azevedo, os produtores voltaram a ter vez e voz. “Nós acreditamos no agronegócio e entendemos que é preciso valorizar esse setor que gera emprego e renda no campo”, disse Efraim Morais, que justificou a ausência do deputado federal Efraim Filho que por ter compromissos fora de João Pessoa ficou impossibilitado de comparecer a confraternização da Asplan.

No final das falas, que contou ainda com rápidas palavras do advogado da Asplan, Ricardo Afonso, do dirigente do Sindalcool, Edmundo Barbosa, e de um representante do Incra, que reiterou que o órgão agora, sob novas diretrizes do atual governo federal, está voltando a interagir com a classe produtiva, inclusive, canavieira, José Inácio pediu um momento de reflexão para o produtor Paulo Fernandes, que passa por graves problemas de saúde e ainda um minuto de silêncio em memória do jornalista e antigo prestador de serviços da Asplan, Heraldo Nóbrega, que faleceu recentemente. Depois dos discursos, todos se confraternizaram em meio a um almoço realizado no salão de eventos da Associação.