Asplan chama atenção dos produtores para o encerramento do prazo para solicitação da subvenção econômica

Sexta-feira (23) é o último dia para assinar a declaração de solicitação do pedido de subvenção e 322 produtores da PB ainda não compareceram à Asplan

A Associação dos Plantadores de Cana da Paraíba (Asplan) está alertando os fornecedores de cana do estado para o encerramento do prazo para o envio da documentação necessária para o recebimento da subvenção econômica referente à safra 2010/2011. Sexta-feira (23) é o último dia para assinar a declaração requerendo do governo federal o auxílio de R$ 5,00 por tonelada de cana entregue às unidades industriais, atingindo até 10 mil toneladas por produtor. De acordo com o levantamento da Associação, 322 produtores paraibanos ainda não deram entrada na solicitação, sendo a maior parte dos produtores fornecedores da usina Pemel.

A gerente administrativa da Asplan, Kiony Vieira, destaca que quem pretende deixar tudo para o último dia deve se apressar, pois o funcionamento da Asplan nas sextas-feiras é das 8h00 às 14h00. “Estamos emitindo e-mails e correspondências para as unidades industriais constando as listas nominais, bem como também enviamos torpedos e fizemos ligações para pedir a colaboração de todos no sentido de nos ajudar a localizar os 322 associados que até o momento não compareceram para assinar as suas declarações”, disse Kiony. Ela frisa que ao todo existem 14 fornecedores de cana da Agroval; 44 da Giasa; 11 da Japungu; 59 da Miriri; 18 da Monte Alegre; 25 da São João; 17 da Tabu; 48 da  Una e 86 da Pemel que ainda não comparecerem à Asplan para assinar suas declarações.

Embora grande parte dos 1.700 produtores associados paraibanos já tenha assinado sua declaração para o pedido da subvenção, Kiony Vieira explica que o atendimento na Asplan continua sendo feito nornalmente, inclusive para tirar dúvidas a respeito da documentação exigida ou como se deve proceder para dar entrada no beneficio ou mesmo recebê-lo. “É comum aparecer dúvidas durante o processo, principalmente porque o governo continua exigindo que o produtor esteja em situação regular com a Receita Federal e não tenha seu nome inserido no Cadastro Informativo de Créditos não Quitados do Setor Público Federal (Cadin)”, salienta a gerente.

O presidente da Asplan, Murilo Paraíso, destaca que o produtor deve estar atento à data de entrega da documentação não só para não perdê-la, mas também para que ele receba logo o beneficio. “O pagamento será feito por ordem cronológica de protocolo de entrada da documentação junto à Conab, ou seja, à medida que os dados forem chegando à Companhia Nacional de Abastecimento, o órgão analisará as informações e fará o pagamento diretamente ao produtor por meio de depósito bancário em conta corrente do beneficiado ou ordem bancária realizada através de repasse de recursos ao Banco do Brasil”, explica o dirigente, acrescentando que quem ainda tiver dúvidas pode entrar em contato com a Asplan através do telefone 3241-6424 ou acessar o site da Conab www.conab.gov.br e também no site da Asplan www.asplanpb.com.br.

Pagamentos

A Conab iniciou os pagamentos da subvenção no dia 22 de outubro. De lá para cá já foram publicadas cinco listas com nomes de fornecedores de cana beneficiados e agendadas 1.140 operações de pagamentos de subvenção. A Conab está publicando uma lista com os nomes dos produtores beneficiados todas as sextas-feiras.

News – Assessoria & Comunicação
Jornalista responsável: Eliane Sobral (DRT-PE 1993)
Repórteres:
Eliane Sobral (DRT-PE 1993)
Juliana Lichacovski (DRT-PB 2917)
Lusângela de Azevedo (DRT 4744/02-40)
Contato: (83) 3221-8829/ 3221-8830
Twitter: @Elianenews