Asplan solicita que os canavieiros com propriedades às margens da BR-230 e PB-102 suspendam suas queimadas até dia 27

murilao

murilaoMesmo sabendo que as queimadas realizadas pelos canavieiros são controladas e cercada de cuidados, a Associação dos Plantadores de Cana da Paraíba (Asplan), visando a proteção das redes de telecomunicações que servirão para a transmissão de serviços de voz e dados relativos ao segundo turno das eleições 2014, solicitou a todos os produtores com propriedades na Rodovia PB-102 e na BR-230 que suspendam as queimadas durante o período de 23 a 27 de outubro.

O pedido partiu do Tribunal Regional Eleitoral da Paraíba (TRE-PB) que, informado pela Empresa Oi Paraíba sobre possibilidade de acidentes com fogo à beira das rodovias durante o período e a consequente depreciação das redes de transmissão, adiantou-se e entrou em contato com a Asplan através de ofício. No documento, o TRE solicita que a Asplan tome providências no sentido de solicitar aos plantadores que suspendam as queimadas durante o período. “A realização de queimadas de canaviais às margens das referidas rodovias pode afetar involuntariamente as redes”, destaca no ofício o Desembargador Saulo Henriques de Sá e Benevides, presidente do TRE –PB.

Segundo o presidente da Asplan, Murilo Paraíso, a associação comunicou a todos do risco e requereu, através de mensagens e telefonemas, que os produtores cooperassem com a Justiça Eleitoral. “Convocamos a todos para que cooperem com a Justiça Eleitoral durante o período, mesmo sabendo que a queima da cana é controlada e que tomamos todas as providencias para evitar acidentes, até porque nós mesmos saímos perdendo com o fogo que não é contido”, disse Murilo, frisando que todos compreendem a importância da medida e certamente a acatarão.