Até outubro todas as unidades sucroenergéticas da Paraíba estarão moendo a cana referente à safra 2014/2015

moenda1

moenda1Seis das oito unidades sucroenergéticas existentes na Paraíba já deram início ao processo de moagem da safra 2014/2015 de cana-de-açúcar. Até outubro, as duas unidades restantes, a Destilaria Pemel e a usina São João, também devem dar início a sua moagem. Na usina Japungu os trabalhos começaram no dia 15 de julho. Nos primeiros dias de agosto foi a vez da Giasa e da usina Tabu moverem suas máquinas. A Agroval, a Miriri e a Monte Alegre também começaram a moer na primeira semana de agosto.

O engenheiro agrônomo e coordenador do departamento técnico da Asplan, Vamberto Rocha, afirmou que a expectativa para a quantidade de cana moída nesta safra só deve ser conhecida no final de outubro. “Somente quando todas as oito unidades estiverem em atividade é que vamos poder ter uma noção da quantidade de cana que será moída”, destacou o engenheiro agrônomo, lembrando também que nessas unidades já se encontram os agentes tecnológicos que tem a função de fiscalizar a moagem da cana dos fornecedores ligados à Associação dos Plantadores de Cana da Paraíba (Asplan).

A fiscalização feita pelos agentes é realizada 24 horas por dia, em regime de escala, porque o fornecimento de cana para as unidades industriais não sofre interrupção. Os agentes receberam treinamento adequado para observar a qualidade da matéria-prima e as normas institucionais e operacionais do atual sistema de pagamento da cana de açúcar pela ATR (Açúcar Total Recuperável), incluindo as novas normas da ABNT de avaliação da cana em vigor a partir de 2014.

O presidente da Asplan, Murilo Paraíso, frisou que o serviço prestado pela Associação durante a moagem tranquiliza o fornecedor. “Esse acompanhamento é fundamental para os associados, pois é através dele que o fornecedor tem a certeza de uma remuneração mais justa. Assim, ele tem plena segurança quanto ao valor pago pela cana-de-açúcar fornecida”, destacou o presidente da entidade, Murilo Paraíso.

Segundo dados divulgados, no dia 07 de agosto, pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) a safra 2014/2015 na Paraíba deverá ser de 5,9 mil toneladas, maior 12,80% em relação a safra anterior que registrou 5,2 mil.