Diretoria da Asplan prestigia posse do desembargador José Aurélio da Cruz como membro efetivo do TRE – PB

jose aurelio cruz

jose aurelio cruzO desembargador José Aurélio da Cruz, que além de juiz também é de uma família produtores de cana-de-açúcar, foi empossado na tarde desta segunda-feira (26) como membro efetivo do Tribunal Regional Eleitoral da Paraíba (TRE-PB). A solenidade, que aconteceu na sala de Sessões do TRE-PB, foi prestigiada pela diretoria da Associação dos Plantadores de Cana da Paraíba (Asplan), representada na ocasião pelo diretor-adjunto da entidade, José Inácio de Morais e pelo diretor secretário da Asplan, Pedro Jorge Coutinho. Além deles, também esteve presente o produtor de cana, membro da Asplan e prefeito do município de Itapororoca, Celso de Morais.

Natural de Jacaraú e com larga experiência na magistratura, o desembargador José Aurélio da Cruz foi indicado pelo Tribunal de Justiça da Paraíba (TJ-PB) para o cargo de membro efetivo do TRE-PB e eleito por maioria de votos de seus pares, durante sessão administrativa do Pleno do TJPB, realizada no dia 10 de dezembro. Para o diretor secretário da Asplan, Pedro Jorge Coutinho, não há dúvidas sobre a gestão do desembargador José Aurélio. “A gestão dele será brilhante, com certeza. A tirar pela sua caminhada até aqui – sua carreira passou pelas comarcas de Queimadas, Conceição, Santa Rita, dentre outras cidades – a sua gestão será excelente”, comentou Pedro Jorge Coutinho.

O evento foi conduzido pelo presidente do TRE-PB, o desembargador João Alves. Na mesma sessão solene, por unanimidade dos votos, José Aurélio da Cruz também foi eleito foi eleito vice-presidente do TRE-PB, junto ao atual presidente da entidade, João Alves da Silva, também eleito para o próximo exercício. Durante a cerimônia, o desembargador José Aurélio, que na linha sucessória será o próximo presidente do TRE, garantiu se dedicar para fazer um bom trabalho. “Espero, como Membro Efetivo da Corte, contribuir para o bom êxito da Justiça Eleitoral, para que os processos julgados por nós sejam julgados com responsabilidade e antecipação e dar o devido exemplo a todo o Estado”, disse ele na ocasião.