José Inácio e Wallace Guedes são homenageados em encontro anual de Engenheiros Agrônomos da PB, PE e RN

O presidente da Associação dos Plantadores de Cana da Paraíba (Asplan), José Inácio de Morais, e o também agrônomo Wallace Guedes, foram homenageados durante evento de confraternização dos engenheiros agrônomos da PB, PE e RN. O encontro, que acontece há mais de 20 anos, foi realizado nesta quinta-feira (29), na granja do Sr. João Valões, localizada no município de Santa Rita.
Cada homenageado teve uma apresentação prévia de seu currículo e história de vida. Coube a Djalma Euzébio, da Stab, falar um pouco sobre a vida e trajetória do agrônomo Wallace Guedes, que aos 82 anos, apesar de aposentado, ainda dá consultoria na área agrícola e se mantém antenado com as questões ligadas ao campo, especialmente, no tocante a cana-de-açúcar. Já a apresentação de José Inácio, ficou sob a responsabilidade do produtor e diretor da Asplan, Raimundo Nonato Siqueira. Em ambos os discursos foi evidenciado o amor dos homenageados pela agricultura, um histórico de contribuições importantes para o desenvolvimento da cultura canavieira dada por cada um deles e também a importância de ambos, cada um na sua área, para o setor produtivo do Nordeste.
Com passagens pelo IPA, pelo Planalçúcar, pelo Prorural, pela UFRPE e pela Estação de Carpina e com importantes contribuições na área de mecanização agrícola, o agrônomo Wallace Guedes, ainda está na ativa e se diz um apaixonado por tudo ligado à terra. “Eu sou do tempo de mecanização de engenho em caldeira, da época em que o profissional não dispunha de tanta tecnologia e tinha que ir a campo colocar a mão na terra, mas a evolução tecnológica é sempre muito bem-vinda porque ela aprimora a atividade, assim como as pesquisas que, infelizmente, na área de cana-de-açúcar ainda são insuficientes”, destacou Wallace que agradeceu a homenagem dos colegas.
A apresentação feita por Raimundo Nonato, sobre José Inácio, incluiu um breve histórico de vida dele, desde menino, em Macaparana (PE), até as passagens por Areia, onde se formou em agronomia, em 1982, quando casou, em 1985, sobre os três filhos ( duas mulheres e um homem) do homenageado, um dos quais também segue a carreira do pai, passando pelo fato de José Inácio ser um dos maiores produtores de cana da Paraíba, com uma produção de quase 100 mil toneladas, gerando emprego e renda, além de ser um líder de classe que, já por duas vezes, assumiu a presidência da Associação paraibana.
“Para mim é uma honra ser filho de um agricultor e plantador de cana, sou engenheiro agrônomo com muito orgulho, meu irmão também é engenheiro agrônomo, assim como meu filho Inacinho, e quero deixar aqui meu testemunho de que com determinação, trabalho, honradez e com a proteção divina, nós vamos continuar plantando cana e fazendo história, afinal são mais de 400 anos de cultura”, disse José Inácio que, na ocasião, lembrou do exemplo de seu pai que foi o primeiro fornecedor de cana a comprar adubo na zona da mata norte de Pernambuco, nos idos de 1960, e que conseguiu, como agricultor, educar e criar todos os filhos com dignidade. Tanto José Inácio, como o professor Wallace, foram homenageados pelos colegas pelos relevantes serviços prestados ao setor canavieiro e por acreditarem na cultura da cana-de-açúcar.