O SOS Seca PB lança Carta da Paraíba

sos socorro1

sos socorro1O presidente da Associação dos Plantadores de Cana da Paraíba (Asplan-PB), Murilo Paraíso, participou do lançamento da Campanha SOS Seca PB, na manhã desta terça-feira (15), em João Pessoa, promovida pela Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB). Murilo alertou para a necessidade de que os frutos do movimento sejam legitimados pela presidenta Dilma Rousseff. “O SOS Seca PB precisa chegar logo ao Palácio do Planalto”, destacou ele, referindo-se ao documento intitulado Carta da Paraíba, divulgada hoje junto com o lançamento da Campanha.

A Carta representa o relatório final do movimento que originou a atual campanha: a Caravana da Seca. “Conhecemos a realidade, sabemos como agir, mas precisamos de ações estruturantes urgentes”, disse o presidente da Asplan, lembrando que o setor canavieiro já sofreu uma perda na safra de quase 25% devido aos problemas ocasionados pela seca.

A Carta da Paraíba reúne deliberações e propostas elaboradas por representantes dos poderes públicos e da sociedade civil de combate à seca. Os pleitos foram elaborados a partir da caravana que passou por mais de 50 municípios paraibanos e percorreu mais de dois mil quilômetros castigados pela falta de água. O documento será entregue a presidenta Dilma Roussef juntamente com um abaixo assinado que está sendo feito em vários estados do Nordeste.

Além do presidente da Asplan Murilo Paraíso, os diretores da Associação José Inácio e Oscar Gouvea também participaram do lançamento da Campanha SOS Seca PB, que aconteceu no Hotel Tambaú, durante sessão itinerante da ALPB. O evento reuniu autoridades municipais, estaduais e federais da Paraíba, do Rio Grande do Norte, Pernambuco e Alagoas, além de representantes religiosos a exemplo do arcebispo emérito da Paraíba, Dom Aldo Pagotto, do arcebispo de Natal, Dom Jaime Rocha e do pastor Estevam, da Primeiro Igreja Batista da capital paraibana.