Produção de insumos biológicos é tema de palestra no Centro de Tecnologia e Desenvolvimento Regional da UFPB

A Estação Experimental de Camaratuba, mantida pela Associação dos Plantadores de Cana da Paraíba (Asplan), que possui dois laboratórios referência na produção dos controladores biológicos Cotesia flavips (vespas) e Metahizium anisopliae (fungo), foi tema de palestra no Centro de Tecnologia e Desenvolvimento Regional da Universidade Federal da Paraíba (UFPB), no último dia 09.

O engenheiro agrônomo e coordenador do Departamento Técnico da Asplan, Vamberto Rocha e o biólogo da Estação, Roberto Balbino, abordaram o tema “Produção de Bio Controladores de Pragas de Cana-de-açúcar na Paraíba” para os alunos do curso de Biotecnologia.

Durante a apresentação além da produção dos insumos que combatem a Broca Comum e a Cigarrinha da Folha e que, atualmente, chegam a uma média de 12 milhões de Cotesia flavips (vespas) e 5 toneladas de Metahizium anisopliae (fungo), ao mês, foi feita uma apresentação geral do funcionamento e serviços prestados pela Asplan, com foco nas atividades do Departamento Técnico, aos seus cerca de 1.800 associados.

“A Estação de Camaratuba desenvolve um trabalho importante não apenas para o produtor canavieiro que recebe, gratuitamente, insumos para um melhor desenvolvimento de sua cultura, como também contribui com o meio ambiente ao estimular o uso de controladores biológicos”, destaca Vamberto.

Os professores do CTDR, Erika Adriana, Liana Filgueira, Márcia César e o professor Marcos acompanharam a explanação, que faz parte das atividades de mini cursos de extensão do CTDR.