Diretores da Asplan se juntam aos produtores de cana que farão mobilização em Brasília para conseguir a renegociação de suas dívidas

A situação de endividamento de alguns produtores se tornou crítica após a última seca

Chamar a atenção do Governo Federal, Ministérios e Congresso Nacional para a necessidade de renegociar as dívidas de milhares de pequenos agricultores nordestinos atingidos pela seca. Essa é a ideia de uma mobilização que acontece em Brasília, nesta terça (04) e quarta-feira (05) e que envolverá instituições, movimentos sociais e diversos representantes de entidades ligadas ao trabalho no campo, O presidente e vice-presidente da Associação dos Plantadores de Cana da Paraíba (Asplan), Murilo Paraíso e Pedro Jorge, respectivamente, além dos diretores da entidade, Oscar Gouvêa, José Inácio e Raimundo Nonato se unirão aos demais produtores brasileiros para reivindicar mais atenção do Governo sobre o endividamento da categoria.

O presidente da Asplan, Murilo Paraíso, afirmou que durante esses dias, diversas reuniões devem acontecer para discutir alternativas conjuntas que permitam reduzir o endividamento de várias famílias nordestinas. “Precisamos de ações políticas para colocar um fim nesse endividamento desumano que atinge os produtores, que após a seca não conseguem nem repor suas perdas no campo, quanto mais pagar o que devem ao banco”, argumentou o dirigente.

Murilo Paraíso disse ainda que defende uma negociação diferenciada, já que a situação é crítica. “Tivemos uma grande seca. Os produtores de cana, assim como em muitas outras culturas, perderam muito ou quase tudo. O que eles precisam, então, é de acesso rápido ao crédito e prazos de carência e descontos maiores. Essa é a situação e a resposta a ela é lógica”, disse, com a expectativa de que o evento ajude a classe a obter uma posição positiva do governo e das instituições financeiras.

News – Assessoria & Comunicação
Jornalista responsável: Eliane Sobral (DRT-PE 1993)
Repórteres:
Eliane Sobral (DRT-PE 1993)
Juliana Lichacovski (DRT-PB 2917)
Lusângela de Azevedo (DRT 4744/02-40)
Contato: (83) 3221-8829/ 3221-8830
Twitter: @Elianenews