Projeto Caminhos da Cana vai abordar adaptações às novas realidades

projeto-caminhosIdealizado pela Markestrat, o projeto que conta com apoio da Bayer, será realizado no dia 28 deste mês, em Carpina (PE), a partir das 8h30

Os produtores de cana-de-açúcar do Nordeste terão a oportunidade de participar, no próximo dia 28, de mais uma edição do projeto ‘Caminhos da Cana’ e assistir uma palestra sobre ‘Eficiência: adaptando-se às novas realidades’, com o professor Dr. Marcos Fava Neves, um dos principais estudiosos da cadeia de produção sucroenergética no Brasil. O evento, que acontece na Estação Experimental de Cana-de-Açúcar de Carpina (PE), ainda inclui na programação o 15º Workshop sobre plantas daninhas, nutrição e adubação da cana-de-açúcar e uma palestra sobre a nova plataforma de controle de plantas daninhas.

“O Brasil, ao contrário dos EUA, não tem um plano estratégico para o etanol que estabeleça metas que devemos atingir. Isso atesta uma falta de visão e uma consequente perda de oportunidade de desenvolvimento econômico, social e ambiental”, disse Dr. Marcos Fava Neves durante palestra proferida, ano passado, na Associação dos Plantadores de Cana da Paraíba (Asplan).

O presidente da Asplan, Murilo Paraíso, destaca que o setor, atualmente, trabalha com expectativa positiva. “Vamos ouvir o Dr. Marcos Fava, que tem muito conhecimento sobre o nosso setor, e com certeza ele deverá trazer dados positivos, já que com apenas a mudança de governo já vislumbramos um novo cenário, mais próspero e menos nebuloso”, afirma Murilo que, junto com dirigentes e fornecedores paraibanos, deve prestigiar o Caminhos da Cana.

Na última edição do Caminhos da Cana, que é uma iniciativa que envolve diferentes elos do setor sucroenergético, com o objetivo de unir forças, difundir conhecimentos e divulgar os benefícios  do uso do etanol, o evento percorreu quase 11 mil quilômetros e foi realizado em 18 cidades do Brasil, inclusive, João Pessoa, onde aconteceu uma palestra técnica, no auditório da Asplan.