Asplan convoca fornecedores de cana que ainda não entregaram sua documentação para comparecer à sede da entidade

atendimento sub

atendimento subA Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) está se organizando para dar início ao processo de pagamento da subvenção 2012/2013 aos produtores de cana-de-açúcar do Nordeste. Na Paraíba, segundo informações da Associação dos Plantadores de Cana da Paraíba (Asplan), 215 produtores ainda não assinaram a declaração que comprova a quantidade de cana fornecida às usinas no período. De acordo com a gerente administrativa da entidade, Kiony Vieira, é preciso que essas pessoas se apressem para dar entrada no benefício relativo a R$ 12,00 por tonelada de cana entregue às usinas limitado a 10 mil toneladas por produtor ao longo da safra em questão.

“Os produtores devem assinar logo a declaração porque só ela comprova que eles forneceram cana na safra 2012/2013. Além disso, a ordem de liberação do benefício é a mesma ordem de envio da solicitação. Assim, ao recebermos as documentações necessárias e os produtores assinarem as declarações, aguardaremos a publicação da Portaria Ministerial para o encaminhamento dos dados para a regional da Conab na Paraíba”, explicou a gerente, lembrando que o atendimento na Asplan será feito das 8h às 12h e das 13h às 17h, de segunda a quinta-feira. Na sexta-feira, das 8h às 14h.

Kiony explicou que, na oportunidade, o atendimento é realizado por funcionários da entidade em uma sala específica com a indicação de ‘Subvenção’, onde os produtores deverão apresentar suas documentações individuais, que consistem em dados pessoais como RG e CPF e também o número da conta corrente do beneficiário para o recebimento da subvenção. O objetivo do atendimento é facilitar o trabalho da Conab e do Governo Federal na conferência e cruzamento de dados fornecidos pelo produtor e pela unidade industrial processadora de cana para que então o produtor possa receber o auxílio.

Aprovada pela Câmara Federal e, em seguida, pelo Senado, a subvenção liberada pela Conab é um benefício que ajuda o produtor a sanar parte de suas perdas sofridas devido à seca e à falta de recursos para aquisição de insumos durante toda a safra 2012/2013. “Essa subvenção é fundamental para a classe produtiva canavieira, até por uma questão de justiça com o pequeno produtor, que independente de seca, não tem tido recursos para investir como deveria em sua terra”, salientou o dirigente da Asplan, Murilo Paraíso, lembrando que cerca de 1.800 produtores paraibanos devem receber o benefício.