Embrapa desenvolve tecnologia que elimina perdas de defensivos durante a pulverização

embrapa logo

embrapa logoA Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) desenvolveu uma tecnologia que, se utilizada com as devidas orientações, elimina a perda de defensivos durante a pulverização. Segundo as pesquisas, em determinadas culturas, a economia pode chegar a 70% do produto utilizado. Trata-se do software Gotas, disponível gratuitamente para download pela internet. Ele faz a análise da distribuição de gotas dispensadas nas lavouras e auxilia o produtor na calibração dos pulverizadores. O sistema também tem uma versão em aplicativo para celulares com o sistema Android.

De acordo com um dos mentores da tecnologia, o pesquisador da Embrapa Meio Ambiente, Aldemir Chaim, os prejuízos causados pela má aplicação de agrotóxicos são muito distintos. Variam de acordo com as culturas, regiões em que estão plantadas e o tipo de praga que possa atacar a lavoura. “A perda pode ir de 20% a 70%, gerar excesso de contaminação ou ineficácia na defesa agrícola, que poderia ser evitada com um bico adequado no pulverizador ou uma mudança na velocidade de aplicação. Com a técnica, é possível reduzir o volume aplicado, pois será utilizada apenas a quantidade exata para exterminar pragas e doenças. Assim, o produto não é desperdiçado e reduz os gastos”, explica.

“Geralmente, o agricultor fixa cartões feitos de papéis sensíveis na parte alta, média e baixa da planta. Faz a pulverização e verifica quais partes estão sendo atingidas pelas gotas. Só que uma análise apenas visual é muito falha. Então, o sistema Gotas faz a leitura da imagem que foi gerada no papel e dá uma avaliação, sugerindo qual seria a maneira mais eficaz de fazer aquela aplicação”, comenta o graduando em engenharia agronômica do Grupo de Apoio à Pesquisa e Extensão (Gape) da Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz da Universidade de São Paulo (Esalq-USP), Gerson José Marquesi de Souza Netto.

A tecnologia Gotas pode ser obtida pela internet, sem nenhum custo. As duas versões, para computador e Android, estão disponíveis no repositório da Rede AgroLivre, a Rede de Software Livre para a Agropecuária. No site da empresa, o usuário tem acesso aos arquivos para baixar em seu computador e também na Play Store, a loja da Google onde se encontra a versão para tablet e celular smartphones . Além dos programas, também está disponível um manual de utilização, que orienta sobre as especificações técnicas necessárias para o funcionamento do sistema.

O presidente da Associação dos Plantadores de Cana da Paraíba (Asplan), lembra que para o uso adequado de agrotóxicos é de extrema importância que o produtor siga as instruções do produto. “Respeitar o intervalo de segurança entre a última aplicação e a colheita, as distâncias mínimas entre a área aplicada e os cursos d’água, são medidas que trazem segurança à saúde de quem aplica e do meio ambiente. Também é importante que o produtor rural siga um programa de manejo integrado de pragas, incorporando práticas culturais e insumos com menor toxicidade, como no controle biológico e nós temos disponível, na Estação de Camaratuba, dois controladores biológicos de extrema eficácia contra pragas que atacam os canaviais e isso tudo gratuitamente para os nossos associados”, destaca Murilo.

Fonte: Nayara Figueiredo/CNA