Estação Experimental de Camaratuba recebe estudantes da UEPB e UFPB interessados em conhecer os laboratórios de vespas e fungos

estudantes camaratuba

estudantes camaratuba

Referência no Nordeste na produção de Cotesia Flavipes (Vespas) e Metarhizium Anisopliae (fungos) para o controle biológico de duas grandes pragas que atacam os canaviais paraibanos, a broca-comum (Diatraea spp) e a cigarrinha da Folha(Mahanarva posticata), a Estação Experimental de Camaratuba recebeu, nos dias 04 e 12 de dezembro, a visita de estudantes interessados nos processos desenvolvidos nos laboratórios da Estação, mantidos pela Associação dos Plantadores de Cana da Paraíba (Asplan). De acordo com o coordenador do DETEC, Vamberto Freitas, o objetivo das visitas, foi o de aprofundar o conhecimento na área, afinal, a Estação Experimental de Camaratuba, é a única no estado a produzir controladores biológicos para combater as principais pragas da cana-de-açúcar.

“As pessoas que estão entrando no mercado, nessa área, querem ver como funciona o processo de produção desses agentes”, afirmou o engenheiro, Vamberto Freitas , lembrando que a primeira turma que visitou os laboratórios de vespas e fungos foi a de Técnico em Agropecuária, um curso do campus II da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB), no município de Lagoa Seca. A turma, formada por 65 alunos, foi recebida no início de dezembro, em dois turnos, pelo engenheiro agrônomo da Asplan, Luís Augusto de Lima, e pelo Biólogo e supervisor dos laboratórios da Estação Experimental, Roberto Balbino.

 “No dia, eles conheceram todo o processo de produção da Cotesia e do Metarhizium, explicado pelo biólogo, e também se informaram sobre os procedimentos de campo, comentado pelo nosso engenheiro agrônomo, Luís Augusto”, disse Vamberto Freitas, frisando que no dia 12 de dezembro, outra visita foi feita à Estação, só que desta vez foi a turma do Mestrado da Escola de Agronomia do campus II da Universidade Federal da Paraíba, em Areia.