Posse de Kátia Abreu como Ministra da Agricultura anima setor sucroenergético

katia

katiaA ministra da Agricultura, Kátia Abreu (PMDB-TO), que é senadora e presidente licenciada da Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA), trouxe ânimo para a classe produtora de cana paraibana. E isto não é apenas porque a ministra já elencou, dentre outras prioridades de sua pasta, encontrar uma solução para o setor sucroalcooleiro, mas também porque o setor tem ciência do conhecimento da ministra acerca das dificuldades do segmento e vê sua indicação como um aceno do governo federal para um maior apoio ao setor.

Durante a solenidade de posse Kátia já enumerou várias medidas que pretende tomar em sua gestão, como por exemplo, debater com a indústria de etanol medidas em conjunto com os ministérios da Agricultura, Fazenda e Planejamento para solucionar a crise do setor. Para ela, encontrar uma saída para a crise das usinas “é prioridade total” e “não tem uma receita única”.  “Esperamos que diante do conhecimento que ela tem como presidente da CNA, ela consiga ajudar o setor a se recuperar da crise”, comentou o presidente da Associação dos Plantadores de Cana da Paraíba – Asplan, Murilo Paraíso, mostrando-se esperançoso quanto à nova ministra.

Além disso, ela pretende elaborar junto com outros ministérios, um plano para dobrar a área irrigada nos próximos anos e ressaltou ainda como principais gargalos a serem enfrentados por sua Pasta a morosidade de registro de agrotóxicos e o desafio de adequar a política de crédito rural a especificidades regionais e ainda disse, sem dar detalhes, que pretende trabalhar para resolvê-los, e que é preciso construir mais hidrovias e ferrovias para escoar a produção.