Setor sucroenergético apresenta funcionamento de usina ao governador Ricardo Coutinho nesta sexta-feira

ricardocoutinho

ricardocoutinhoRepresentantes do setor também querem agradecer a atenção que o governador tem dado ao segmento econômico que mais emprega na região

O setor sucroenergético da Paraíba recepcionará o Governador Ricardo Coutinho na Usina Japungu, em Santa Rita (PB 025), nesta sexta-feira (27), às 10h. O evento, proposto pelo Sindicato da Indústria e Fabricação do Álcool (Sindalcool), tem o intuito de apresentar a unidade industrial ao governador para que ele conheça de perto o funcionamento da empresa, que junto a outras seis existentes no estado, emprega mais de 40 mil trabalhadores de 26 municípios que compõem a zona canavieira da Paraíba. Os diretores da Associação dos Plantadores de Cana da Paraíba (Asplan), Raimundo Nonato, Pedro Jorge, José Inácio e Jorge Costa participarão da visita.

Segundo o presidente do Sindalcool, Edmundo Barbosa, a ação tem também o objetivo de mostrar reconhecimento do segmento ao trabalho do governador Ricardo Coutinho pela defesa dos interesses da classe. “O convite é um reconhecimento a todos que se mobilizaram para encontrar saídas para a agroindústria canavieira. Em dezembro de 2014, os governadores do Nordeste se reuniram em João Pessoa e, na Carta do Nordeste, estavam as principais demandas emergenciais do nosso setor, tão prejudicado pela política energética adotada pelo governo federal”, comentou o dirigente.

O presidente da Asplan, Murilo Paraíso,  lembra que nos últimos seis anos, mais de 80 usinas fecharam e milhares de pessoas perderem seus empregos no Brasil. “Isso também impacta nas receitas dos municípios”, destaca Murilo Paraíso, destacando que a Carta do Nordeste também despertou outras ações similares pelo resto do país no tocando à questão canavieira, reunindo Governadores de São Paulo (Geraldo Alckmin), Paraná (Beto Richa), dentre outros. “Há muito tempo um grupo tão significativo de governadores não se une no Brasil em prol da cana. Isso também evidencia a gravidade do problema”, explica o dirigente da Asplan.

Murilo Paraíso reitera que a situação é crítica e o governador da Paraíba teve a sensibilidade de acatar as reivindicações e transmiti-las à presidente da República. “Essa é uma defesa pela agroindústria e nada tem a ver com partidos ou bandeiras. Os Governadores de todo o país estão se unindo para pedir pelo segmento e Ricardo Coutinho tem saído em defesa do setor e essa visita servirá também para agradecer o governador por essa postura”, finaliza Murilo Paraíso.